HjemGrupperSnakMereZeitgeist
Søg På Websted
På dette site bruger vi cookies til at levere vores ydelser, forbedre performance, til analyseformål, og (hvis brugeren ikke er logget ind) til reklamer. Ved at bruge LibraryThing anerkender du at have læst og forstået vores vilkår og betingelser inklusive vores politik for håndtering af brugeroplysninger. Din brug af dette site og dets ydelser er underlagt disse vilkår og betingelser.
Hide this

Resultater fra Google Bøger

Klik på en miniature for at gå til Google Books

Indlæser...

The Savage

af Nicole Jordan

MedlemmerAnmeldelserPopularitetGennemsnitlig vurderingSamtaler
523385,983 (3.22)Ingen
Ingen
Indlæser...

Bliv medlem af LibraryThing for at finde ud af, om du vil kunne lide denne bog.

Der er ingen diskussionstråde på Snak om denne bog.

Viser 3 af 3
Resumo: Summer Weston é filha de um fazendeiro texano rico, bonita e mimada. Está habituada a brincar com os corações dos homens que a rodeiam mas há Lance Calder continua a escapar-lhe. O livro começa na noite em que Summer consegue finalmente seduzi-lo e com isso fazer com que seja despedido pelo pai dela. Cinco anos e uma guerra civil depois o Texas é um lugar perigoso para se viver. A irmã de Summer foi raptada e o seu único irmão sobrevivente está incapaz de ajudar. Summer recorre a Calder para ajudá-la a recuperar a irmã e o que ele lhe pede em troca é que Summer se case com ele. Casados partem em busca de Amelia e salvam-na. No entanto, a aventura de ambos não termina com o resgate pois terão de enfrentar juntos o racismo e a xenofobia de serem um casal inter-racial.

Expectativa: Esperava um romance meloso com cenas quentes.

Opinião: Ora aqui está uma autora que escreve o tipo de literatura romântica que gosto de ler. Eu gosto muito de histórias em que o casal protagonista não consegue tirar as mãos de cima um do outro e no entanto passam o tempo a discutir, a resistir ao amor, a não acreditar que sejam correspondidos. E esta história tem isso tudo. Lance Calder é mestiço e alvo de xenofobia, tornando-se por isso muito desconfiado e orgulhoso. Summer é a tipica dama frágil e virgem, cheia de pudores, que fica à mercê do selvagem Lance. Coitadinha! No entanto a Summer é uma personagem que tem uma evolução muito positiva e que demonstra uma grande força interior.
Gostei muito do contexto histórico, Texas após a guerra civil Norte Americana, o que me fez relembrar bastante o "E tudo o Vento Levou". A autora dá-nos uma perspectiva dos colonizadores brancos, da guerra pelas terras com os índios, a provação das tribos índias com a invasão dos brancos, as tradições Comanches, etc... Muito bom, sem ser secante.
Depois há também a questão racial que tanta dor provoca. Apesar do "amor vencer no final" gostei que a autora tivesse o cuidado de mostrar que eles só conseguiriam viver como casal se Lance fosse bem aceite pela sociedade branca.
Por fim, as cenas mais quentes são das mais escaldantes que já li. A escritora é mestre em torturar o leitor com "quase" cenas, em que quase acontece mas algo impede que levem o acto até ao fim e lá ficamos nós, leitores, pendurados mais umas 100 páginas até que algo aconteça. Até me obriguei a procurar uma imagem de um índio americano para ter uma boa imagem do rapaz.

Escolhi aqui o modelo Rick Mora que é um belo representante da sua etnia:
Com um Lance assim quem é que resistiria?!

Note-se que li este livro no Kindle, numa reedição especial em ebook porque a versão em papel foi apenas publicada nos anos 90. Graças à reedição electrónica pude ler esta história da qual gostei bastante.

Pontos Positivos: O contexto histórico, as cenas de sedução, o argumento de angústia constante que me fez devorar páginas.

Pontos Negativos: A autora repete as mesmas expressões várias vezes, o excesso de amor no fim do livro, o facto das personagens secundárias serem tão bidimensionais.

Estado de Espírito: Boa e este livro tornou-a ainda melhor.

Fez-me reflectir sobre: Racismo, solidão, diferenças culturais.
( )
  Telma_tx | Jul 30, 2018 |
Resumo: Summer Weston é filha de um fazendeiro texano rico, bonita e mimada. Está habituada a brincar com os corações dos homens que a rodeiam mas há Lance Calder continua a escapar-lhe. O livro começa na noite em que Summer consegue finalmente seduzi-lo e com isso fazer com que seja despedido pelo pai dela. Cinco anos e uma guerra civil depois o Texas é um lugar perigoso para se viver. A irmã de Summer foi raptada e o seu único irmão sobrevivente está incapaz de ajudar. Summer recorre a Calder para ajudá-la a recuperar a irmã e o que ele lhe pede em troca é que Summer se case com ele. Casados partem em busca de Amelia e salvam-na. No entanto, a aventura de ambos não termina com o resgate pois terão de enfrentar juntos o racismo e a xenofobia de serem um casal inter-racial.

Expectativa: Esperava um romance meloso com cenas quentes.

Opinião: Ora aqui está uma autora que escreve o tipo de literatura romântica que gosto de ler. Eu gosto muito de histórias em que o casal protagonista não consegue tirar as mãos de cima um do outro e no entanto passam o tempo a discutir, a resistir ao amor, a não acreditar que sejam correspondidos. E esta história tem isso tudo. Lance Calder é mestiço e alvo de xenofobia, tornando-se por isso muito desconfiado e orgulhoso. Summer é a tipica dama frágil e virgem, cheia de pudores, que fica à mercê do selvagem Lance. Coitadinha! No entanto a Summer é uma personagem que tem uma evolução muito positiva e que demonstra uma grande força interior.
Gostei muito do contexto histórico, Texas após a guerra civil Norte Americana, o que me fez relembrar bastante o "E tudo o Vento Levou". A autora dá-nos uma perspectiva dos colonizadores brancos, da guerra pelas terras com os índios, a provação das tribos índias com a invasão dos brancos, as tradições Comanches, etc... Muito bom, sem ser secante.
Depois há também a questão racial que tanta dor provoca. Apesar do "amor vencer no final" gostei que a autora tivesse o cuidado de mostrar que eles só conseguiriam viver como casal se Lance fosse bem aceite pela sociedade branca.
Por fim, as cenas mais quentes são das mais escaldantes que já li. A escritora é mestre em torturar o leitor com "quase" cenas, em que quase acontece mas algo impede que levem o acto até ao fim e lá ficamos nós, leitores, pendurados mais umas 100 páginas até que algo aconteça. Até me obriguei a procurar uma imagem de um índio americano para ter uma boa imagem do rapaz.

Escolhi aqui o modelo Rick Mora que é um belo representante da sua etnia:
Com um Lance assim quem é que resistiria?!

Note-se que li este livro no Kindle, numa reedição especial em ebook porque a versão em papel foi apenas publicada nos anos 90. Graças à reedição electrónica pude ler esta história da qual gostei bastante.

Pontos Positivos: O contexto histórico, as cenas de sedução, o argumento de angústia constante que me fez devorar páginas.

Pontos Negativos: A autora repete as mesmas expressões várias vezes, o excesso de amor no fim do livro, o facto das personagens secundárias serem tão bidimensionais.

Estado de Espírito: Boa e este livro tornou-a ainda melhor.

Fez-me reflectir sobre: Racismo, solidão, diferenças culturais.
( )
  tchetcha | Jan 15, 2015 |
This book was like taking a trip back in time to the old bodice rippers of the '80s. The hero actually rips the bodice of the heroine's dress. How cliche is that? TS reminded me why I used to love some of those old books because it turned out to be a very good story. Summer is a seemingly spoiled young Scarlett O'Hara type who has all the young men of the area wrapped around her finger. Lance is half Comanche and has been secretly in love with her and jealous of all the young men chasing after her. He knows that because of who he is he can never have her. But Summer has been secretly attracted to him as well. The racial discrimination that Lance has endured his entire life was realistically portrayed and his self esteem has suffered many blows. All he really wants is love and acceptance and when Summer approaches him a few years later to ask that he help her find her sister who was kidnapped by Comanches, he demands she marry him as payment. Summer and Lance are two great characters and the pacing was quick until the last few chapters when the plot seemed to drag. But the sex was HOT! I'm not an expert on native Americans but I thought Jordan portrayed the Comanche very realistically as well and was a bit painful to read at times. If you can scrounge up a HTF copy of this book it's worth reading. (Grade: B) ( )
  reneebooks | Sep 8, 2009 |
Viser 3 af 3
ingen anmeldelser | tilføj en anmeldelse
Du bliver nødt til at logge ind for at redigere data i Almen Viden.
For mere hjælp se Almen Viden hjælpesiden.
Kanonisk titel
Originaltitel
Alternative titler
Oprindelig udgivelsesdato
Personer/Figurer
Vigtige steder
Vigtige begivenheder
Beslægtede film
Priser og hædersbevisninger
Indskrift
Tilegnelse
Første ord
Citater
Sidste ord
Oplysning om flertydighed
Forlagets redaktører
Bagsidecitater
Originalsprog
Canonical DDC/MDS

Henvisninger til dette værk andre steder.

Wikipedia på engelsk (1)

No library descriptions found.

Beskrivelse af bogen
Haiku-resume

Quick Links

Populære omslag

Vurdering

Gennemsnit: (3.22)
0.5
1
1.5
2 3
2.5
3 1
3.5
4 5
4.5
5

Er det dig?

Bliv LibraryThing-forfatter.

 

Om | Kontakt | LibraryThing.com | Brugerbetingelser/Håndtering af brugeroplysninger | Hjælp/FAQs | Blog | Butik | APIs | TinyCat | Efterladte biblioteker | Tidlige Anmeldere | Almen Viden | 157,137,568 bøger! | Topbjælke: Altid synlig